2013-04-03 -
Construção emprega mais de 53,7 mil trabalhadores no primeiro bimestre Com o resultado, a construção brasileira empregava no final de fevereiro 3,427 milhões de trabalhadores com carteira assinada Por Luiza Belloni Veronesi 02-04-2013Info Money SÃO PAULO – A construção civil do País gerou 53,7 novos empregos com carteira assinada no primeiro bimestre de 2013, o que representa um crescimento de 1,59% nos primeiros dois meses do ano. É o que revela a pesquisa mensal do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) e da FGV, divulgada nesta terça-feira (2). Somente em fevereiro, foram contratados mais de 17,5 mil trabalhadores, uma alta de 0,51% no nível de emprego, frente a janeiro. Entretanto, as vagas criadas no mês estão abaixo das 33 mil abertas no mesmo período do ano passado. Nos últimos 12 meses, o setor registra 66,3 postos de trabalho, uma alta de 1,97%. Com o resultado, a construção brasileira empregava no final de fevereiro 3,427 milhões de trabalhadores com carteira assinada. Entretanto, as vagas criadas em fevereiro estão abaixo das 33 mil abertas no mesmo período do ano passado (Marcelo Camargo/ABr) "Os números demonstram que o crescimento do nível de emprego na construção neste início de ano vem ocorrendo de forma mais lenta que no mesmo período do ano passado. Isso é reflexo da queda do volume de investimentos na economia de uma forma geral. Quanto mais investimentos, mais a construção aquece”, observa o presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe. Brasil Os dados indicam que, na análise regional, dos 3,427 milhões de trabalhadores empregados com carteira assinada ao final de fevereiro, cerca de 1,731 milhão estavam no Sudeste, 730,6 mil no Nordeste, 477,6 mil no Sul, 275,3 mil no Centro-Oeste e 212,7 mil no Norte. Já no estado de São Paulo, o número de contratações na construção cresceu 0,51% em fevereiro frente a janeiro, com a abertura de 4,5 mil vagas. Nos dois primeiros meses de 2013, as contratações no estado somaram 16,4 mil. Em 12 meses terminados em fevereiro, o índice registrou alta de 1,54%, com a contratação de 13,3 mil trabalhadores em São Paulo. Mas o resultado de fevereiro de 2013 também é inferior as 5,5 mil vagas criadas no estado em igual mês do ano anterior.